curso seo, curso seo online, ferramentas seo, tecnicas seo, curso seo gratis, curso seo google, cursos de seo online gratis

Curso SEO: O Único Guia Grátis que Precisa Para Aprender SEO em 2019

O marketing digital está rapidamente a tornar-e no canal principal para as empresas promoverem os seus produtos ou serviços, e grande parte do seu investimento vai para a optimização para motores de busca (SEO).

O SEO é crucial para a sua presença online, uma vez que lhe trará tráfego orgânico gratuito vindo dos motores de busca como o Google, Bing ou Yahoo.

Neste artigo, você irá encontrar um guia simples de seguir, e não precisará de procurar mais nada na internet (ou comprar cursos caros).

curso seo, curso seo online, ferramentas seo, tecnicas seo, curso seo gratis, curso seo google, cursos de seo online gratis

O meu objetivo é simplificar o SEO, para que o seu site possa começar a aparecer nos resultados de pesquisa sem se distrair com técnicas e truques complicados que, na verdade, não fazem grande diferença…

Basta pesquisar por “SEO” no Google e verá uma “pletora” de resultados de agências que querem fazer com que o tópico soe complicado (para depois venderem os seus serviços).

O SEO não tem que ser complicado.

E você não precisa de técnicas avançadas que no máximo melhorarão o seu ranking em 10%...

Não precisa de gastar rios de dinheiro, nem precisa de ganhar cabelos brancos a tentar perceber todas as técnicas e truques possíveis.

É possível aprender SEO num artigo apenas, e é aqui que o vai encontrar.

Este mini-curso irá dar-lhe as bases para que possa gerar visitas constantes para o seu website durante anos e anos.

Vai aprender o fundamental do SEO, ou seja, tudo aquilo que precisa para verdadeiramente começar a gerar tráfego.

Crie conteúdo consistentemente, use os passos descritos neste guia, e terá criado um ativo para a vida.

Como Usar Este Curso de SEO Online

Antes de começarmos, um aviso:

Este curso de nada servirá se não se tornar num criador de conteúdo.

O objetivo deste curso é optimizar a sua criação de conteúdo, e não encher a sua cabeça com conhecimentos que nunca irá pôr em ação.

Lembre-se que criar um negócio online é um processo que exige ação imperfeita, feita de maneira consistente, e por longos períodos de tempo.

Comece a escrever, e volte a este artigo para consultar quais os passos a seguir para garantir que o seu conteúdo é indexado nos motores de busca.

Faça-o repetidamente, e num ápice todo este processo começará a sair-lhe naturalmente.

"Aprender a fazer" é realmente a única maneira de adquirir uma nova competência…

Faça isto durante 6 meses, e verá que os resultados começam a aparecer.

Faça isto durante 1 ano inteiro, e veja os seus resultados a disparar.

Ah, e quando isso acontecer, deixe um comentário neste artigo para celebrarmos em conjunto!

Mas lembre-se: obter resultados em SEO exige muito trabalho, consistência e persistência

É uma maneira de gerar tráfego gratuito para o seu site, mas em vez de gastar dinheiro precisará de gastar muito tempo!

Para ser mais fácil de ler este artigo (e se quiser saltar para um tópico específico), veja abaixo os capítulos:

Capítulo 1: Saiba Quais São as Suas 2 Audiências

Capítulo 2: Ferramentas de SEO que Vai Precisar

Capítulo 3: Análise de Palavras-Chave

Capítulo 4: Crie Títulos e Descrições Optimizados e Apelativos

Capítulo 5: Optimize os Tags dos Títulos Internos

Capítulo 6: Crie um Artigo Multimédia

Capítulo 7: Crie Links Internos

Capítulo 8: Optimize a Estrutura dos Seus Artigos

Capítulo 9: Link Building: Toda a Verdade

1) Saiba Quais São as Suas 2 Audiências

curso seo, audiencias seo

O SEO, ou optimização para motores de busca, é basicamente uma lista de coisas que precisa de fazer sempre que publica conteúdo no seu website.

Esta lista irá assegurar que o seu conteúdo estará optimizado para obter uma posição alta nos resultados de pesquisa dos motores de busca e, como consequência, mais tráfego para o seu site.

Se o seu objetivo é obter mais visitas para o seu site, vai querer que o seu conteúdo esteja presente sempre que alguém pesquise por uma palavra-chave relacionada com o seu nicho de mercado.

Mas atenção:

Você não estará apenas a escrever e a optimizar o seu conteúdo para os motores de busca.

Essa é apenas uma parte da equação.

A outra parte da equação são os leitores do seu conteúdo.

As pessoas que estão efetivamente à procura de resultados para as suas pesquisas.

Quando várias pessoas clicam no link para o seu site em detrimento de outro link, estão basicamente a “votar” no seu site.

Estão a dizer aos motores de busca que preferem o seu link em vez de todos os outros que aparecem nos resultados de pesquisa…

E isto é algo que dá um sinal aos motores de busca: os cliques nos seus links, o tempo que passam na sua página, e a interação que têm com o seu website (cliques internos).

Portanto, lembre-se das suas 2 audiências sempre que criar e optimizar conteúdo: os motores de busca e as pessoas que lêem o seu conteúdo.

A Prioridade Tem Sempre que Ser Ajudar o Seu Público-Alvo

curso seo, ajudar publico-alvo

Esta é a parte que a maioria dos artigos e cursos sobre SEO que abundam na internet deixam de fora:

O seu foco tem que ser sempre ajudar pessoas!

De maneira genuína e verdadeira.

Ajude-as a resolver problemas, ultrapassar medos, e atingir objetivos.

Não faça como a vasta maioria dos blogs, que apenas se focam em optimizar para os motores de busca e fornecer conteúdo duvidoso.

As pessoas procuram por experiências autênticas, e quando você é quem realmente ajuda a sua audiência, você ganha.

Ganha porque se tornará no conselheiro de confiança para essas pessoas, e a única solução viável para os seus problemas.

O verdadeiro caminho para o sucesso a longo prazo é genuinamente ajudar pessoas.

Se o seu blog resolver os seus problemas, responder às suas perguntas, e oferecer soluções, será que as pessoas vão passar mais tempo no seu site e interagir mais com o seu conteúdo?

​Absolutamente!

Siga estes simples passos de SEO para que os motores de busca encontrem e indexem o seu conteúdo, mas foque-se em criar o melhor conteúdo possível para a sua audiência.

Assim que aparecer nos resultados de pesquisa, os utilizadores verão que fornece melhor conteúdo que a concorrência e irão clicar nos seus links.

Motores de Busca e os Rastreadores Web

motores de busca, rastreadores web, curso seo

Os rastreadores dos motores de busca (web crawlers, spiders, ou bots) são a sua segunda audiência.

Estes são ferramentas que os motores de buscar usam para rastrear todos os websites na internet.

Colhem dados sobre o seu website e todas as suas páginas.

Sem esta informação, os rastreadores não saberão que páginas devem indexar e mostrar cada vez que um utilizador faz uma pesquisa.

Quando um rastreador rastreia o seu website, lê todo o texto, todos os meta tags, código, links internos e externos e muito mais.

Com essa informação, o rastreador cria um perfil específico para o seu website e armazena-o na base de dados do motor de busca.

Portanto, o seu papel como optimizador será o de facilitar esta leitura, para que os rastreadores colham os dados do seu website da maneira mais rápida e eficiente possível.

Os princípios deste curso irão dar tudo aquilo que os rastreadores precisam de saber sobre o seu website, para que estes possam indexar e mostrar os seus links nos resultados de pesquisa relevantes.

2) Ferramentas de SEO que Vai Precisar

ferramentas seo, curso seo

Não se preocupe, não precisa de nada de complicado.

Bastam 3 ferramentas para fazer SEO de forma eficaz.

E sabe que mais? Todas têm versões gratuitas!

Durante o curso, iremos falar mais sobre cada uma, mas por agora vejamos o essencial:

Sistema de Gestão de Conteúdos (CMS)

sistema gestao conteudo, cms, wordpress

Esta será a base de todo o conteúdo do seu website.

Existem várias opções no mercado, mas se escolher a errada por afetar negativamente o seu SEO.

Mesmo que já tenha o seu website criado, recomendo vivamente que considere sempre a única plataforma viável para o sucesso a longo termo:

WordPress.org.

Plataformas como o Wix, SquareSpace, ou Webnode são sistemas fechados (ou seja, controlados por estas empresas), e isto pode afetar tanto os seus rankings nos motores de busca, como o seu controlo sobre o seu próprio website.

O WordPress continua a crescer o número de websites que são criados na plataforma, que já é usada por cerca de 30% da internet.

Os motores de busca adoram o WordPress, e os webmasters são fãs da plataforma por ser open-source.

Milhares de programadores de todo o mundo mantêm e melhoram a plataforma voluntariamente, todos os dias.

Se precisar de ajuda, neste post explico-lhe como criar um blog em WordPress.org.

Ferramenta de Análise de Palavras-Chave SEO

ferramenta analise palavras-chave, curso seo

Existem ferramentas pagas e gratuitas para analisar palavras-chave.

A única que utilizo e recomendo é o KW Finder.

Registe-se agora na ferramenta gratuitamente para seguir os passos deste curso.

Pode fazer 5 pesquisas por dia gratuitamente, o que é mais do que suficiente para quem está a começar.

Com o KW Finder pode analisar o número de pesquisas mensais de cada palavra-chave e o grau de dificuldade de cada uma, para além de poder analisar a sua concorrência.

É tudo o que precisa!

O Único Plugin WordPress que Precisa para SEO

plugin wordpress, plugin seo, curso seo

Outra grande razão para criar o seu website em WordPress é o facto de existirem milhares de empresas a criar plugins.

Se estas empresas não satisfizerem os utilizadores, as pessoas irão simplesmente escolher outro plugin.

E é por isso que o único plugin de SEO que recomendo é o Yoast SEO, uma vez que é o mais completo e constantemente atualizado…

E que faz todo o trabalho por si: mantém-se atualizado a cada mudança nos motores de busca, para que não tenha que fazer esse trabalho.

Não precisa sequer de usar a versão paga do Yoast SEO. A versão gratuita é mesmo tudo o que precisa!

Este plugin permite-lhe estar em controlo de todos os meta dados, e optimizar o conteúdo das suas páginas num só lugar.

Pode modificar a maneira como os seus títulos, URL e descrições aparecem nos resultados de pesquisa, para além de controlar como os seus artigos aparecem nas redes sociais.

Não precisa de mais nada!

3) Análise de Palavras-Chave para SEO

analise de palavras chave, curso seo

No mundo do SEO, as palavras-chave são a “chave” (passo a redundância).

Estas são as frases e palavras que as pessoas inserem nos motores de busca, para obterem resultados que as ajudem a resolver os seus problemas, desejos ou necessidades.

A análise de palavras-chave irá ajudar a identificar quais as maneiras mais comuns que as pessoas usam para procurar informação.

Com esta informação, o seu objetivo será usar essas palavras nos seus artigos, títulos, descrição e URLs para que combinem com o que as pesquisas que as pessoas digitam nos motores de busca.

Mas então, como encontrar essas palavras-chave?

Com uma ferramenta de análise de palavras-chave. Existem várias que pode usar, tanto gratuitas como pagas.

Recomendo vivamente o KW Finder, porque é extremamente simples de usar, rápido e eficaz.

Neste artigo explico em detalhe como fazer análise de palavras-chave usando o KW Finder, para que possa encontrar a combinação perfeita entre volume de pesquisas e dificuldade da palavra-chave.

O seu objetivo será usar essas palavras-chave no seu artigo da maneira mais natural possível, e usando todas as variações possíveis que as pessoas usam para procurar pelo tema específico…

Para que os motores de pesquisa percebam que o seu artigo é o mais compreensivo e completo sobre a temática.

Os Motores de Busca Vão Dizer-lhe Que Variações Deve Incluir

Quando estiver a escolher as palavras-chave para o seu artigo, vai querer que estas signifiquem o mesmo, mas que sejam ditas de maneiras diferentes.

Se tiver todas essas variações incluídas no seu artigo, os motores de busca vão perceber exatamente de que se trata.

Não se limite a uma ou duas. Use dezenas de palavras-chave adicionais que sejam semelhantes à principal.

E como as obter?

Vá ao Google e pesquise pela palavra-chave principal que quer usar…

No fundo dos resultados de pesquisa irá encontrar pesquisas relacionadas:

motores de busca, palavras-chave, curso seo

Estes são termos frequentemente utilizados pelos utilizadores, quando estes pesquisam pelo seu tópico.

Use-os quando estiver a rever o seu artigo, para refletir todo o tipo de variações possíveis.

Mas lembre-se: vocês está a escrever para pessoas. Não encha o artigo de palavras-chave sem lógica, para não confundir as pessoas e manter o artigo com alta qualidade.

4) Crie Títulos e Descrições Optimizados e Apelativos

meta titulos, meta descricoes, curso seo

O título e a descrição do seu artigo são as duas componentes do seu artigo que irão aparecer nos resultados de pesquisa.

Como tal, é crucial optimizá-los tanto para os motores de busca (para garantir que estes indexam o seu link para os termos corretos)...

Mas também para os utilizadores (para garantir que estes se interessam pelo seu link, e se sentem compelidos a clicar para saber mais).

Crie um Título Optimizado para SEO

O mais importante no seu título é garantir que inclui as suas palavras-chave principais e que é apelativo o suficiente para levar ao clique.

Idealmente, deve usar a sua palavra-chave logo no início do título (desde que soe natural para quem lê).

Se conseguir incluir palavras-chave secundárias, e ao mesmo tempo manter o título compreensível e natural, tanto melhor!

Mas se não for possível, foque-se em optimizar para pessoas (a sua prioridade número 1).

Por outro lado, deve também ter em conta que existe um limite de caracteres para o seu título.

E é aqui que entra o tal plugin Yoast SEO que falámos acima:

Quando escreve o seu título, o Yoast mostra-lhe quantos caracteres tem até que o título fique truncado nos resultados de pesquisas do Google.

E como o Yoast é constantemente atualizado, este limite estará sempre em conformidade com as exigências do Google.

E finalmente, lembre-se que o título é o elemento mais importante do seu link!

É o que levará as pessoas a clicar ou não.

Por isso, o seu título deve ser claro sobre o que o utilizador vai ler, e tem que ser apelativo!

Crie títulos que gerem interesse, curiosidade e que mostrem benefícios. Use técnicas de copywriting para levar o utilizador a decidir clicar para ler mais.

Por exemplo, vejamos o que fiz no título deste artigo:

“Curso SEO: O Único Guia Grátis que Precisa Para Aprender SEO em 2019”

“Curso SEO” é a palavra-chave principal, colocada estrategicamente no início e com lógica.

“Único” revela que é diferente de todos os outros, e que é completo, gerando curiosidade.

“Guia” sugere que se trata de um artigo que mostra passo a passo o que fazer, que é o que as pessoas procuram: soluções rápidas.

“Gratuito” mostra que o leitor terá valor sem precisar de pagar nada.

“Aprender SEO” é o benefício que o utilizador irá receber.

E “2019” mostra que o artigo é atual.

O facto de você estar a ler este artigo prova que este tipo de título é eficaz!

Escreva Meta Descrições Apelativas

Quando você está a comprar algo online, para onde olha depois de ver as fotos?

Para a descrição, correto?

Pois bem, o mesmo conceito se aplica aos resultados de pesquisa.

Depois de as pessoas lerem o título, vão olhar para a descrição para confirmar que o seu artigo irá responder de facto à sua pergunta.

A sua meta descrição aparecerá nos resultados do Google, por baixo do seu título:

meta descrições, curso seo

Quando os utilizadores pesquisam pela sua palavra-chave, vão ver dezenas de resultados na página.

Alguns destes resultados irão ser suficientemente apelativos para levar as pessoas a clicar no link, enquanto que outros serão ignorados por não “falarem a sua língua” ou não serem convincentes.

Lembra-se de termos falado sobre os cliques serem como “votos” que as pessoas dão aos motores de busca?

Pois bem, os motores de busca vão monitorizar a taxa de clique dos seus links.

Se os utilizadores pesquisam pela sua palavra-chave e o seu link aparece nos resultados, mas as pessoas não clicam…

Os links concorrentes irão começar a ultrapassar o seu no ranking, uma vez que estarão a obter mais “votos”.

Portanto, dê sempre uma razão forte para as pessoas clicarem no seu link!

Ponha-se no lugar dos seus leitores e faça a pergunta: “por que é que as pessoas escolheriam ler o meu conteúdo em vez da concorrência?”

De novo, use técnicas de copywriting para escrever descrições apelativas e que gerem interesse…

Mostrando o benefício que o leitor obterá, ao mesmo tempo que gera curiosidade.

Por outro lado, não se esqueça de incluir as suas palavras-chave principais na sua descrição.

Estas palavras aparecerão em negrito no seu resultado de pesquisa (veja no exemplo acima), o que irá também contribuir para que o seu artigo sobressaia.

Não escreva o que todos os outros escrevem…

Seja diferente, crie curiosidade, mostre o seu ponto de vista único, e obtenha mais cliques!

5) Optimize os Tags dos Títulos Internos

title tags, tags dos titulos internos, curso seo

Existem 10 capítulos neste artigo, cada um destacado com tamanhos de letra maiores que o texto normal.

Na linguagem de SEO, estes são conhecidos como tags de título HTML.

Estes tags de títulos ajudam a estruturar o seu conteúdo de maneira a mostrar aos motores de busca quais são as ideias mais importantes do seu conteúdo.

Estes tags de títulos não são nada de complicado, não se preocupe.

Imagine como se fossem o título, capítulos e sub-capítulos de um livro...

Existe o tag H1 (Título 1, que é normalmente o título do seu artigo), que deve refletir o tópico geral.

Depois existem os tags H2 (Título 2), que servem como capítulos do seu artigo.

E finalmente, os tags H3-H6, que são os sub-capítulos que ajudam a dividir o seu conteúdo de forma lógica e de fácil leitura.

Uma regra importante::

Cada página do seu website e cada artigo só deverá ter um tag H1 (faz sentido ter só um título principal).

Pode ter tantos títulos H2 quanto desejar, dependendo do tamanho do seu artigo.

Pode ter também os títulos H3, H4, H5, etc que quiser, para organizar o seu conteúdo melhor. Eu apenas uso títulos H1 até H3, mas a escolha é sua.

Use as palavras-chave que analisou no passo anterior nos seus títulos, mas lembre-se de o fazer de forma natural.

Se não fizer sentido, não force.

Os motores de busca hoje em dia analisam também a lógica da alocação das suas palavras-chave, por isso, nada de encher o seu artigo de palavras-chave repetidamente e aleatóriamente!

Tags de Títulos no WordPress

Quando está a criar um artigo no WordPress, existe um campo que diz “Parágrafo”, onde pode escolher se quer escrever texto, ou Título 1 a Título 6.

meta tags, wordpress, curso seo

A primeira coisa que precisa de confirmar é se o seu tema WordPress inclui o título do seu artigo no topo da página como tag H1.

Se sim, não precisará de incluir de novo um tag H1 no seu artigo. Mas se não, então você precisará de o fazer.

Isto é importante, pois não vai querer ter dois tags H1 na sua página…

Aos olhos do Google, existe uma hierarquia na estrutura do seu artigo.

Quando inclui um tag H1, esse será considerado o tópico mais importante do seu artigo, para além de mostrar ao leitor que essa é a grande ideia do artigo.

Capítulo 6: Crie um Artigo Multimédia

artigo multimedia, curso seo

O Google adora artigos multimédia.

Imagens, vídeos e áudios são tendências de ranking importantes para os motores de busca.

Portanto, é importante garantir que o seu artigo não é apenas texto.

Insira Imagens Optimizadas para SEO

Ninguém gosta de olhar para um bloco de texto enorme, sem mais nenhum elemento.

Incluir imagens irá melhorar o fluxo visual da sua página, partindo o texto em pequenos blocos, ajudando a perceber os sub-tópicos, e a adicionando cor ao seu artigo.

Pode usar imagens de banco de imagens gratuitos, que irão contar uma história visual e ilustrar os tópicos do seu artigo.

Por outro lado, não se esqueça de optimizar as suas imagens para SEO:

1) Nome do ficheiro

Os nomes dos ficheiros de imagens que incluir devem conter a(s) palavra-chave(s) do título a que correspondem.

Ou seja, se a sua imagem estiver debaixo do seu título H1, deve conter as palavras-chave desse título.

O nome do ficheiro é automaticamente incluído no WordPress, pelo que antes de fazer upload, altere o nome (nada de manter nomes como 20181208.jpg).

2) Alt-Text e Título

Exatamente o mesmo se aplica aqui, sendo que a diferença é que deve alterar manualmente no WordPress.

3) Comprima e ajuste as Imagens antes de incluir no artigo

A velocidade do seu website é um fator de ranking importante de SEO.

Por isso, antes de fazer upload das imagens no WordPress você deve ajustar o tamanho e peso destas.

Veja neste artigo como optimizar as suas páginas para velocidade.

​4) Bónus: Pinterest

Para além disso, incluir imagens oferece oportunidades de criar backlinks para o seu site, usando o Pinterest.

Muito poucos sites aproveitam o potencial do Pinterest, pelo que se trata de uma oportunidade para obter uma vantagem competitiva.

O Pinterest é um motor de busca visual, que irá gerar tráfego para o seu website com base na imagem.

Existe um plugin chamado “Pinterest “Pin It” Button” que faz com que seja muito fácil você (e qualquer pessoa) fazer “pin” das imagens a partir dos seus artigos.

Vai automaticamente adicionar um botão “Pin it” em cada imagem, sempre que alguém passar o rato por cima.

Ao clicar em “Pin it”, aparece uma janela pop-up que mostra a descrição e a imagem.

Assim que publicar o seu artigo, ganhe o hábito de imediatamente colocar um pin na sua imagem.

Isto irá dar um sinal aos motores de busca, irá criar um link para a sua página e ajudar o seu post a ser indexado mais rapidamente…

Para além de o Pinterest ser uma fonte de tráfego incrível que é atualmente desvalorizada!

Inclua Vídeos de Qualidade no Seu Artigo

videos artigo, youtube, curso seo

Os vídeos são absolutamente necessários para o seu artigo.

Existem coisas que são difíceis de explicar apenas com texto, pelo que um vídeo curto sobre o tópico pode ser aquilo que precisa para passar a sua mensagem.

Como deve saber, o Alphabet é a empresa mãe do Google e YouTube, pelo que os seus algoritmos funcionam de forma semelhante.

E o Google adora artigos multimédia!

Por isso, se tiver criado um vídeo sobre o tema, você pode e deve incluí-lo no seu artigo.

Se não tiver, pesquise por vídeos de outras pessoas que façam sentido.

Mas garanta que o vídeo é de qualidade e que é relevante para o seu conteúdo.

Dê preferência a vídeos de entidades competentes ou de empresas conhecidas, que tenham audiências consideráveis.

Lembre-se que vai querer dar à sua audiência diferentes maneiras de consumir e digerir o seu conteúdo, e fazendo isso, estará a criar um artigo multimédia cheio de “sumo” SEO.

Bónus: Se Tiver um Podcast, Inclua-o!

podcast artigo, curso seo

Este passo não é crucial, mas pode ser um bónus importante para a sua variedade multimédia.

Se ainda não tiver um podcast, considere começar um usando a estratégia do marketing de conteúdo de 3 pilares.

Os ficheiros MP3 ajudarão a criar um artigo multimédia, super optimizado para motores de busca.

Não procure por podcasts de outras pessoas. Os podcasts não são tão importantes para SEO como os vídeos do YouTube.

Use apenas se tiver a produzir o seu próprio podcast.

Capítulo 7: Crie Links Internos

links internos, curso seo

Os links internos ajudam para o SEO de duas maneiras:

Quando os leitores do seu blog clicam para outras páginas do seu site, isso dá um sinal positivo aos motores de busca.

Os visitantes estão a interagir com o seu conteúdo, o que mostra que os seus artigos são relevantes, e ajuda os leitores a navegar no seu site.

Você pode confirmar estas métricas no Google Analytics, olhando para o tempo médio de visita e a taxa de rejeição.

Para além disso, os links são também “votos” para a página que direcionam.

Uma técnica fantástica para alavancar os links internos é alimentar os seus artigos mais completos e compreensivos com links vindos de vários outros artigos do seu blog…

Criando "silos" de conteúdo, e dando uma força extra aos seus artigos mais completos, que estarão em teoria a competir por palavras-chave mais competitivas.

Quando criar um link, evite escrever “saiba mais aqui”, e definitivamente não ponha o link na palavra “aqui”.

Em vez disso, “venda” o conteúdo que está a linkar numa frase que inclua a palavra-chave da página em questão.

Tudo isto são sinais que dará aos motores de busca sobre a relevância do seu conteúdo, e os tópicos-chave do seu blog.

Capítulo 8: Optimize a Estrutura dos Seus Artigos

estrutura artigo, curso seo

É importante estruturar o seu conteúdo de maneira a fazer com que seja fácil de ler, e que mantenha os leitores na página.

Se o seu artigo não tiver um bom fluxo visual, vai exigir esforço por parte do leitor, provocando na maioria das vezes desistências...

O seu objetivo será portanto criar conteúdo fácil de ler, fácil de digerir, coerente e organizado.

Vejamos um exemplo, que eu normalmente adapto nos meus artigos:

1) Inclua uma imagem que explique o tópico do artigo, e inclua o título do artigo nessa imagem

2) Inclua o seu título H1, que inclui a sua palavra-chave principal

3) Escreva uma introdução de cerca de 200 palavras, que crie curiosidade, mantenha o leitor interessado, e explique o que o leitor vai ganhar ao ler o artigo

4) Inclua um título H2, onde incluirá o seu sub-título

5) Inclua uma imagem abaixo do seu título H2, para visualizar o que vai ser discutido nessa parte

6) Se tiver algumas ideias para suportar o seu H2, inclua títulos H3 onde por acrescentar mais 150-200 palavras sobre cada sub-tópico

7) Siga a mesma estrutura no resto do seu artigo para dar um fluxo visual atraente e lógico, e manter o leitor interessado e entretido.

Ah, e não se esqueça de incluir pelo menos um vídeo que explique um ponto importante em detalhe!

Capítulo 9: Link Building: Toda a Verdade

link building, curso seo

É verdade que os backlinks (links externos a direcionar para o seu website) são um fator importante de SEO.

No entanto, os motores de busca não gostam que as pessoas estejam a “construir” links, e muito menos a comprar links ou a pagar para fazerem guest posts.

Essas técnicas “black hat” são extremamente arriscadas, e cada vez mais castigadas pelos motores de busca.

Se o fizer, o seu site correrá o risco de ser banido para sempre dos motores de busca, deitando abaixo todo o seu esforço, tempo e energia investidos.

Mas qual então a maneira correta de ganhar links para o seu site?

Escrever conteúdo de qualidade.

Conteúdo que não existe em mais lado nenhum, e que difícil de bater...

E as pessoas não terão outra alternativa que não incluir um link para o seu conteúdo.

Obviamente que pode acelerar este processo, se fizer outreach de qualidade a páginas importantes do seu nicho de mercado.

Mas escolha apenas sites com autoridade de domínio alta, que não peçam dinheiro por links, e que tenham boa reputação.

Não basta ter links, precisa de ter links de qualidade a apontar para o seu site.

Se tiver um link de um website que mais tarde seja banido por spam, isso terá um impacto negativo para o seu SEO.

Apenas links de websites com boa reputação darão sinais positivos aos motores de busca, indicando que o seu blog tem de facto qualidade e acrescenta valor.

E quando fizer outreach, não comece logo por pedir algo.

Use a estratégia de preeminência, e acrescente valor primeiro.

Mostre que está genuinamente interessado em criar uma relação, em ajudar a criar uma comunidade, e que não quer apenas pedir algo…

E quando chegar o momento certo, e o seu artigo for relevante para a audiência da pessoa em questão, faça o seu pedido.

Veja o vídeo abaixo, onde o Brian Dean explica exatamente como fazer outreach, e o que dizer nos seus emails:

Apareça nos Resultados de Pesquisa dos Motores de Busca

resultados de pesquisa, curso seo

Depois de implementar os passos deste curso, terá um título e descrição optimizados para o clique, conteúdo bem escrito e focado em palavras-chave, títulos optimizados, e artigos multimédia.

Mas isso não significa que aparecerá no topo dos resultados de pesquisa de um dia para o outro.

Apenas um artigo num ano não irá criar grandes resultados…

Você irá precisar de criar conteúdo regularmente, durante longos períodos de tempo, para começar a ver resultados.

Talvez queira publicar 3 artigos por semana, o que já é bom…

Mas se começar um desafio 90 dias e criar um artigo todos os dias, será épico!

Lembre-se que a sua concorrência está a publicar conteúdo de qualidade frequentemente…

Para ter sucesso você terá que trabalhar mais, de maneira mais consistente, e mais regular!

Assim que as pessoas começam a perceber a sua mensagem, e o seu conteúdo começa a ajudá-las a resolver os seus problemas, irão querer manter o contacto e saber o que mais tem para oferecer.

É aqui que entra o poder de uma lista de emails e do email marketing:

Você irá querer continuar essa relação e fazer com que a sua audiência conheça, goste e confie em si.

Isso é tudo o que precisa para dominar o seu nicho de mercado, por mais competitivo que seja.

Mas lembre-se:

Trata-se de um processo lento.

O SEO não é uma maneira de “enganar” os algoritmos dos motores de busca, por isso não se foque demasiado nos detalhes.

Comece a criar conteúdo de qualidade em massa, seguindo os passos deste curso de maneira consistente durante longos períodos de tempo.

O resultado será um negócio de sucesso e sustentável por muitos e muitos anos.

Diga-me o que acha, e partilhe as suas experiências!

Um abraço,

-Tiago “people optimization” Faria

About the Author Tiago

O Tiago é um especialista em marketing digital que ajuda startups a criar activos online para a vida através de estratégias simples, económicas e automáticas. Depois de mais de 7 anos a trabalhar na Google em Dublin, este blog é o resultado de anos de experimentação e aprendizagem nas áreas de criação de conteúdo, copywriting e conversões online.

follow me on:

Leave a Comment: