Mapa para Ganhar Dinheiro na Internet: O Caminho que Ninguém te Conta
Como ganhar dinheiro na internet

Mapa para Ganhar Dinheiro na Internet: O Caminho que Ninguém te Conta

Neste artigo vou mostrar-te qual é o caminho para conseguires, finalmente, ganhar dinheiro na internet em Portugal.

O caminho é bastante simples, mas o que é facto é que a maior parte das pessoas se perde e se desvia, e começa a olhar para outros "objetos brilhantes" de ofertas de dinheiro rápido.

Coisas fantasiosas que, no fundo, atraem várias pessoas, mas não as deixam alcançar o seu potencial porque não seguem uma estratégia única durante longos períodos de tempo.

Como resultado, não dão a possibilidade a si próprios de fazerem dinheiro na internet.

Na verdade, as pessoas que têm muito sucesso na internet seguem esta estratégia que te vou revelar hoje: criar audiência, criar relação e, só depois, monetizar.

Se preferires ver este artigo em formato vídeo, clica no link abaixo:

A Importância de Escolher um Nicho Específico

Imagina um conjunto de pessoas que representam o teu público-alvo geral.

Por exemplo, se estiveres na área de dietas e perder peso, esse é o conjunto de pessoas que querem perder peso, tendo como grande objetivo estarem mais saudáveis, ou gostarem de se olhar para si próprias no espelho.

Mas tu, na verdade, não queres entrar num mercado assim tão genérico porque existe imensa concorrência, não vais conseguir criar rapport com essas pessoas e vai ser difícil distinguires-te no mercado.

O que tu tens de fazer é encontrar o teu nicho específico de mercado e dedicares-te a fundo a esse nicho.

É muito importante definires um nicho de mercado de pessoas com as quais te identificas, que consigas realmente ajudá-las, e que tenhas uma história em comum para que essas pessoas se identifiquem contigo.

Por outro lado, esse nicho tem de ser um conjunto de pessoas que estejam habituadas a comprar muito.

Conhece a Tua Audiência Melhor do que Ninguém

Tens, então, de encontrar um conjunto de pessoas que consegues ajudar e, depois de as encontrares, tens de as conhecer a fundo.

Cria o teu avatar, descreve a pessoa que representa o teu nicho de mercado, percebe o que é que ela faz na internet, o que é que ela pensa e quais são os seus grandes problemas e objetivos.

Este passo é mesmo crucial: conhecer a tua audiência melhor do que ninguém!

Como Ganhar Dinheiro na Internet de Verdade

O mapa para fazer dinheiro online

Identificado o grupo de pessoas que queres ajudar e o seu grande objetivo, o teu propósito como alguém que vende na internet (serviços, cursos ou produtos) é levar essas pessoas até ao seu grande objetivo.

Não é nada mais do que isso, o caminho é bastante simples.

Mas, até lá, tens de passar por vários processos porque as pessoas não te conhecem de lado algum ainda, não confiam em ti, não gostam ainda de ti, não percebem qual é a grande diferença que tu tens em relação a todas as outras soluções no mercado.

A vasta maioria das pessoas não vai comprar produtos ou serviços teus na primeira interação que têm contigo. 

Por isso, se tu seguires esse caminho de tentar vender a toda a hora, a vasta maioria não vai comprar na primeira interação que tem contigo.

Na verdade, mais de 95% não o vai fazer, e a maior parte dos empreendedores que começam estes projetos online estão focados nessa pequena percentagem de pessoas que iria comprar na primeira interação...

Descurando as 95% de pessoas que potencialmente vão comprar, mas que precisam primeiro de conhecer-te melhor, de interagir contigo, e perceber o teu ponto de vista único.

1. Criar uma Audiência

A primeira coisa que tens de fazer é ver onde é que essas pessoas estão na internet. Já sabes que é um conjunto de pessoas que têm um problema comum.

Elas estão em cinco ou seis apps no seu telemóvel e tu tens de ir ao seu encontro e ajudá-las, no fundo, a estarem um pouco mais perto do seu grande objetivo.

O teu primeiro passo será, então, criar uma audiência, fazer com que as pessoas te conheçam primeiro.

As pessoas estão em apps como o Facebook, o Instagram e outras redes sociais, que também são as ferramentas que a maior parte das pessoas usa. Mas estas redes sociais têm um pouco menos de valor associado.

As pessoas não dão tanto valor à informação que vem nas redes sociais porque estão lá passivamente a ver fotos de amigos e familiares, e a discutir problemas com desconhecidos.

Portanto, elas não estão nas redes à procura de algo específico e, como tal, vão associar menos valor àquilo que virem lá presente.

Foca-te nos Motores de Busca!

O teu grande foco deve estar em criar ativos em motores de busca, porque esses são os ativos aos quais as pessoas associam mais valor: procuram uma solução específica ou que estão a sentir algum problema e querem ver o que é que se está a passar, ou que estão à procura de um produto específico.

Portanto, quero que a tua estratégia principal esteja no teu blog, no teu canal de YouTube, e/ou Podcast, que também é um meio de consumo de conteúdo ao qual as pessoas associam muito valor.

Nestes três ativos as pessoas estão a procurar soluções para os seus problemas, associam muito mais valor àquilo que tu partilhas e será muito mais fácil levá-las ao seu grande objetivo.

Obviamente, precisas de usar também as redes sociais porque as pessoas estão nessas aplicações, mas apenas para amplificares o sinal do teu conteúdo-base que está presente nos motores de busca

Sempre que criares novos ativos no teu blog, no Youtube ou no podcast, deves sempre partilhar nas redes sociais porque as pessoas estão lá e é bom ires amplificando o teu sinal, captando a atenção de mais pessoas.

No entanto, é importante que te foques apenas numa ferramenta de cada vez, especialmente no blog, que é aquela que te trará maior retorno.

Se Ajudares as Pessoas a Chegarem aos Seus Objetivos, Estas Ajudar-te-ão a Chegares aos Teus

O Google tem 3.5 biliões de pesquisas por dia.

As pessoas estão à procura de soluções para os seus problemas e se tu não apareceres lá, não vais ser encontrado por essas pessoas e elas vão escolher outras alternativas.

O grande potencial não está nas redes sociais: o grande potencial está onde as pessoas estão proativamente à procura de soluções para os seus problemas. 

Ao resolveres parte dos problemas das pessoas, ao ajudá-las a sair do ponto onde elas estão para o seu grande objetivo, estás a criar uma audiência de pessoas que já te conhecem. Esse é o grande ponto: quanto mais pessoas te conhecerem, mais pessoas consegues movimentar.

O teu esforço deve estar na criação de conteúdo de valor que responde às perguntas que as pessoas fazem todos os dias na internet (principalmente no Google e YouTube).

Tens de fazer pesquisa e análise de palavras-chave, perceber quais são os verdadeiros problemas desse grupo de pessoas, e qual é a intenção de pesquisa.

Será que estão à procura de uma solução para o seu problema? Estão conscientes do seu problema, mas não sabem o que fazer? Estão conscientes de um produto?

Portanto, tens de estar presente em todas essas pesquisas, ajudar as pessoas a estarem um bocadinho mais perto do seu grande objetivo.

No entanto, não basta apenas criares uma audiência...

2. Criar uma Relação com Essa Audiência

As pessoas vão conhecer-te, subscrever o teu canal, ler o teu blog, mas não é tão fácil estares a trazer constantemente as pessoas para a tua esfera de influência.

O teu objetivo deve ser criar uma relação com elas porque sabes que a maior parte das vezes as pessoas só vão comprar após 90 dias de interação contigo. Elas precisam de te conhecer bem e tu precisas de criar uma relação com elas para elas começarem cada vez mais a confiar em ti.

Portanto, o que tu tens de fazer neste ponto intermédio é criar uma relação com as pessoas que já te começaram a conhecer.

Tirá-las de onde elas "gravitam" na internet e trazê-las para o teu ativo próprio, que é a tua lista de e-mails.

Vais criar um formulário para as pessoas colocarem o seu nome e o seu e-mail e depois submeterem para receberem um lead magnet, que é uma oferta gratuita tua que vai ajudá-las ainda mais a estarem mais próximas do seu objetivo.

Pode ser um vídeo, um PDF, um e-book, checklist, são muitas as coisas que podes oferecer em troca do e-mail das pessoas.

A tua lista vai permitir-te continuar a relação enviando e-mails regularmente.

Email Marketing Feito da Maneira Correta (E Rentável)

Neste momento, estou a enviar dois emails por semana, é o mínimo, na minha opinião. Mas, numa fase em que eu criei um desafio de 90 dias, eu enviava e-mails diários e as pessoas não cancelaram a subscrição porque eu estava sempre a acrescentar valor.

Estava a movê-las para mais próximo do seu grande objetivo, estava a desconstruir mitos, ideias pré-concebidas, a apontar mentiras que existem no mercado, a defender a minha audiência, a contar histórias para criar uma relação mais forte.

Estava no fundo a desconstruir todas aquelas potenciais objeções que as pessoas têm em relação ao seu objetivo, objeções internas (ex: competências, capacidade, etc), objeções em relação ao produto, ou objeções externas (ex: tempo, dinheiro, etc).

O teu grande objetivo é criar relação com as pessoas, tocar mais a fundo no problema para as pessoas perceberem de um outro prisma que elas têm de tomar uma ação para chegarem ao seu grande objetivo.

Tens de desconstruir todas essas ideias, criar uma relação forte para que as pessoas comecem a gostar de ti, comecem a olhar para ti como um guia, como um verdadeiro conselheiro de confiança que apenas quer o bem delas.

Como as pessoas já estão na tua esfera de influência, elas vão apenas olhar para ti, não vão olhar para mais ninguém, e ficas posicionado como a única solução viável para os seus problemas.

Este é o teu grande plano: tirá-las da internet e trazê-las o mais rapidamente possível para a tua esfera de influência, onde vais criar esta relação forte e vais acrescentar muito valor.

Neste vídeo mostro-te como fazer email marketing da maneira correta:

3. Rentabilizar a Audiência

Depois de teres uma relação criada, vais continuar a enviar e-mails e a acrescentar valor, e vais fazendo ofertas que ajudam as pessoas alcançarem o seu grande objetivo.

A única maneira de o alcançarem é através da compra dos teus produtos ou serviços.

É desta maneira que vais rentabilizar a tua lista porque, nesta altura, as pessoas já gostam de ti, já têm uma relação contigo e, como tal, já confiam em tudo aquilo que tu vais recomendar.

Se começares o teu negócio a tentar logo rentabilizar sem teres uma audiência, onde as pessoas ainda não confiam em ti, vai ser difícil venderes o que quer que seja.

Adicionalmente, ainda não as conheces tão bem, nunca criaste uma relação, nunca interagiste com a tua audiência e não vais saber que produto é que vai funcionar nem se as pessoas vão querer esse produto. 

Estás, no fundo, a tentar adivinhar e esse não é um caminho viável. É crucial primeiro conhecer as pessoas a fundo, criar uma relação, interagir muito com elas.

Depois, criar um produto é só perguntar “o que é que vocês querem? O que é que vos falta para alcançarem o vosso objetivo?” 

E, então, crias esse produto que será mais fácil de vender porque as pessoas já confiam em ti e tu criaste um produto que responde exatamente àquilo que elas precisam, àquilo que lhes falta ainda para chegarem ao seu grande objetivo.

Quanto Dinheiro Queres Fazer? Quantas Pessoas Queres Ajudar?

A quantidade de dinheiro que tu fizeres online é diretamente proporcional à quantidade de pessoas que tu moves para atingirem o seu objetivo. É simples. O teu mapa de fazer dinheiro online está dependente dessa variável.

O Zig Ziglar diz: “tu consegues ter tudo o que quiseres na tua vida se apenas ajudares um número suficiente de pessoas a atingirem aquilo que querem na sua vida”.

Portanto, quanto mais pessoas ajudares a atingirem os seus objetivos, mais tu vais rentabilizar o teu negócio.

Da mesma forma, o tamanho do problema que resolves também está ligado à quantidade de dinheiro que tu fazes online.

Se o teu produto for apenas um e-book de 10€ que resolva um pequeno problema, vais precisar de trazer muitas pessoas até ao seu grande objetivo para rentabilizares o teu negócio.

Se resolveres um problema maior, por exemplo, como poupar 5 mil euros no crédito habitação, esta resolução de problema vai ser mais valiosa para as pessoas e, como tal, podes vender um produto mais caro e vais precisar de menos pessoas.

Recapitulando o Mapa

Este é o grande segredo: a melhor maneira de fazer dinheiro é através da criação de conteúdo em escala, e fazer com que as pessoas te conheçam, gostem e confiem em ti até comprarem os teus produtos.

Obviamente que isto demora tempo. Demora tempo criar estes ativos que te vão criar uma audiência, criar um sistema de captura de leads, ser proficiente na arte de enviar e-mails e utilizar linguagem persuasiva para fazer ofertas.

É possível acelerar este processo através dos anúncios online - Facebook ads, Google ads etc. - só que é mais difícil porque:

  • precisas de ter conhecimentos muito fortes de copywriting;
  • é mais difícil fazer com que as pessoas confiem em ti para comprarem logo um produto;
  • é muito difícil fazer com que as pessoas "saquem" do seu cartão de crédito e comprem um produto com o dinheiro que tanto lhes custou a ganhar durante o mês, quando ainda não te conhecem


Se tiveres mais dinheiro que tempo disponível, podes ir pelo caminho dos anúncios online.

Vai demorar menos tempo, mas também vai custar-te mais: vais ter de ter bastante dinheiro para investir, para testar muito, para errar muito até conseguires descobrir qual é que é o anúncio e a oferta que combina com a tua audiência... mas é possível chegar a esse nível! (Vê este artigo sobre a estratégia dos €5 de Facebook ads).

Espero que este artigo tenha sido claro, que te tenha ajudado de alguma maneira a perceber qual é que é, verdadeiramente, o segredo para fazer dinheiro online.

Não é complicado, é muito simples, na verdade. É criar um sistema que faça com que as pessoas te conheçam, gostem e confiem em ti para depois, então, criares produtos que as vão ajudar a resolver o seu grande problema.

Não vás atrás daqueles esquemas de dinheiro rápido. Cria uma audiência de pessoas que tu vais ajudar, conhece muito bem o teu nicho de mercado e depois cria este sistema que as vai ajudar a chegar ao seu grande objetivo.

Se demorar um ano, tudo bem. Se demorar três anos, qual é o problema?

Quando chegares lá, daqui a três anos, não vais pensar no quão difícil foi lá chegares...

Vais estar onde tu queres, vais estar feliz e vais só olhar para a frente!

Um abraço,

Tiago "olha sempre em frente" Faria

About the Author Tiago

O Tiago ajuda empreendedores a criar negócios bem sucedidos, sustentáveis e gratificantes para si, para as suas famílias e para as suas comunidades. Depois de 8 anos a trabalhar na Google em Dublin, este blog é o resultado de anos de experimentação e aprendizagem nas áreas de criação de conteúdo, SEO, copywriting, publicidade e conversões online.

follow me on:

Leave a Comment: