Será que Ainda Vale a Pena Criar um Blog em 2021 em Portugal?
Será que ainda vale a pena criar um blog em 2021 em portugal

Será que Ainda Vale a Pena Criar um Blog em 2021 em Portugal?

Será que ainda vale a pena, ou não, criares um blog para o teu site ou criares um blog de raiz?

Será que é uma estratégia de marketing de conteúdo que ainda compensa?

Com tanto alarido e ruído atrás das redes sociais e dos stories e dos lives, será que ainda vale mesmo a pena?

Vou tentar responder a esta questão da melhor forma possível e vou partilhar contigo umas estatísticas que são, de facto, assustadoras.

De certeza que pelo menos vão dar que pensar a quem ainda está com esta dúvida em saber se vale a pena ou não criar um blog.

Será que ainda vale mesmo a pena criar um blog em 2021 em Portugal

Mas antes de avançarmos, se preferires ver este artigo em formato vídeo ou ouvir em formato podcast, escolhe uma das opções abaixo:

Criar um Blog Abre-te as Portas a 3.5 Biliões de Pesquisas Diárias no Google

Criar um blog abre-te as portas a 3.5 biliões de pesquisas diárias no Google

O primeiro número que eu gostava de partilhar contigo, foi retirado da Internet Live Stats: 3,5 biliões.

Este é o famoso número de pesquisas diárias feitas no Google em todo o mundo.

Tendo em conta que o nosso planeta tem uma população de 7.8 biliões, este é, de facto, um número assustador.

Vendo com mais detalhe, por cada segundo que passa, são feitas 40 mil pesquisas por cada segundo que passa sobre os mais variados tópicos

Mesmo que o teu nicho de mercado represente 0,0001% deste número, já é um número abismal para ti e com toda a certeza que vais querer estar presente nessas pesquisas.

A Importância de Aparecer na Primeira Página do Google

As pessoas estão proativamente à procura de soluções para os seus problemas, ou estão a procurar atingir objetivos específicos no Google.

Como tal, tens de ser visto como parceiro do Google e tens de oferecer as respostas a todas essas pesquisas que são feitas diariamente sobre o teu nicho de mercado.

Se tu não estiveres presente na primeira página do Google para estas pesquisas, a tua concorrência vai absorver todo este tráfego qualificado.

Mas então, como podes resolver esse problema?

Através da criação de conteúdo no teu blog.

Dentro do teu site WordPress, tens a possibilidade de criar artigos que respondem a todas estas pesquisas que as pessoas fazem no Google diariamente.

Sempre que alguém pesquisa no Google por “como fazer uma gravata”, por exemplo, vão aparecer 10 resultados no top na primeira página do Google. 

Cada vez que alguém pesquisa por uma palavra relacionada com o teu tópico, 90% das pessoas só vão olhar para a primeira página, não vão clicar sequer na página 2, 3, ou 4.

Se as pessoas não encontram os resultados que querem na primeira página, ou fazem uma pesquisa nova, ou saem, ou entram num resultado qualquer que talvez não seja a resposta indicada, mas talvez seja mais próximo daquilo que procuram.

Há uma piada engraçada no mundo do marketing digital, que ilustra a verdadeira importância de estar presente na primeira página:

“O melhor local para se esconder um cadáver é na página 2 do Google"

Se estiveres na página 2, 3 ou 4 do Google ninguém vai ver o teu site, vais estar escondido nas sombras da internet, e nunca vais ter pessoas a visitar o teu site.

Os Primeiros 3 Resultados de Pesquisa Recebem a Maioria dos Cliques

Outra estatística interessante é que 28,5% das pessoas vão apenas clicar no primeiro resultado de pesquisa.

Trata-se do resultado que  confiam mais, e já estão habituadas a clicar no primeiro resultado.

As pessoas confiam no Google como algo que fornece informação útil e que organiza a informação por elas.

Por seu lado, o Google como quer que as pessoas continuem a voltar todos os dias, vai pôr sempre no primeiro resultado aquele que supostamente é o resultado mais relevante, mais interessante, e com melhor qualidade.

O segundo resultado de pesquisa recebe 15,7% dos cliques e terceiro recebe 11%.

Só para teres uma ideia, o 10º e último resultado da página receber apenas 2,5% de taxa de clique. 

Ou seja, são 10 vezes mais as pessoas que clicam no primeiro resultado do que no último.

Comparando depois com as segundas páginas, os números são ainda mais díspares.

Daqui consegues ver a importância de estar presente na primeira página e de estares presente no topo dos resultados de pesquisa.

Passos Cruciais para Criar um Blog de Sucesso

Passos para criar um blog de sucesso

Como é que isto é feito? Como é que podes estar presente nas primeiras páginas e no topo dos resultados?

Aconselho-te vivamente a leres este artigo, onde falo sobre os 7 principais erros cometidos por bloggers iniciantes.

Em primeiro lugar, a competência base que deves incluir é a pesquisa de palavras-chave.

Ou seja, descobrir que frases e termos é que as pessoas pesquisam mais sobre o teu tópico, e quais desses têm mais volume de pesquisas mensais.

O teu objetivo é estar presente onde há mais volume, mas também onde há menos concorrência.

Se assim o fizeres, será mais fácil obteres lugares mais cimeiros nos resultados de pesquisa, mesmo que o teu blog seja recente e ainda não tenha uma autoridade de domínio forte.

Mas Não Basta Isso: Os Artigos do Teu Blog Têm que Ser Melhores do que Todos os Outros

Depois, tens de responder às perguntas que são feitas nessas pesquisas de forma concreta e com qualidade.

Deves ser visto como autoridade e como alguém que realmente percebe do nicho de mercado e que sabe ajudar o pesquisador.

Tens também de perceber exatamente qual é a intenção de pesquisa da pessoa que faz essa pesquisa.

Olhando para a pirâmide de consciência (criada por Eugene Schwartz), ajuda bastante a racionalizar qual é que é a intenção de pesquisa que uma pessoa está a fazer:

Pirâmide de Consciência

Por exemplo, quando uma pessoa pesquisa “como fazer uma gravata” quer dizer que ela tem uma intenção específica de resolver um problema e, como tal, tu vais criar um artigo com os passos necessários.

Vais tentar fazer com que esse artigo seja o mais partilhável possível para que muitas pessoas o vejam, muitas pessoas o partilhem e recebas muitos backlinks para o teu site (importante para a tua autoridade de domínio).

Se a intenção for a procura de uma solução, tens de pensar na intenção que a pessoa está a ter quando está a fazer essa pesquisa, e oferecer por exemplo os top 10 produtos que solucionam o problema específico.

E por fim, se a intenção for procurar um produto específico, deves criar um artigo que responda a essa questão de forma concreta, mostrando por exemplo as vantagens e desvantagens do produto em questão.

A intenção conta, de facto, bastante.

A Importância do Título e da Descrição dos Artigos do Teu Blog

A importância dos títulos e descrições dos artigos do teu blog

Imaginando que estás já presente na primeira página dos resultados de pesquisa do Google, mas o teu artigo aparece no sexto lugar.

Se todos os outros resultados tiverem títulos semelhantes e pouco apelativos, mas o teu tiver um título que tenha um benefício específico e que desperte alguma curiosidade para levar a pessoa a clicar...

As pessoas vão começar a notar e a clicar mais vezes no teu link.

Assim que o teu link começa a ter taxa de clique superior ao resultado que está acima, o Google vai começar a classificar o teu resultado como mais relevante para a pesquisa e, como tal, vai beneficiar-te e colocar o teu link num lugar acima nos resultados de pesquisa.

Os títulos são, de facto, bastante importantes - bem como a descrição que está abaixo, obviamente - para mostrar às pessoas aquilo que vão receber e mostrar que a resposta que desejam está nesse artigo.

Torna-te Num Verdadeiro Parceiro do Google

Para seres visto como um verdadeiro parceiro do Google, precisas de olhar para o famoso SEO (otimização para os motores de busca).

Tens de estar de acordo com aquilo que o Google espera ver em termos de otimização de todas as componentes que envolvem o SEO (vê tudo o que precisas de saber sobre SEO no link acima).

Isto inclui os tais links que tu queres que o teu artigo receba de sites externos e de social media que, no fundo, são validações que dão sinais ao Google de que o teu artigo é impactante e merece estar mais destacado nos resultados de pesquisa.

Concluíndo

Em conclusão, criar um blog, na minha opinião, é crucial e é o meio de criação de conteúdo que será mais impactante.

A origem do tráfego da maior parte dos sites que existem é sempre do Google (podes usar o Similarweb para comprovar isso mesmo).

As pessoas pesquisam no Google por tópicos específicos de um site ou pela marca em si.

Depois, dependendo da marca, se a marca for muito conhecida ou não, também existe uma grande fatia da origem do tráfego que é direta (quando as pessoas escrevem o site diretamente no browser).

No entanto, o volume de tráfego vindo do Google é incomparável com aquele que vem das redes sociais.

Será que vale mesmo a pena focares todos os teus esforços nas redes sociais?

Fica a pergunta para ti.

Diz-me o que pensas nos comentários abaixo!

Um abraço,

Tiago "motores de busca sempre" Faria

About the Author Tiago

O Tiago ajuda empreendedores a criar negócios bem sucedidos, sustentáveis e gratificantes para si, para as suas famílias e para as suas comunidades. Depois de 8 anos a trabalhar na Google em Dublin, este blog é o resultado de anos de experimentação e aprendizagem nas áreas de criação de conteúdo, SEO, copywriting, publicidade e conversões online.

follow me on:

Leave a Comment: